09/08/2019

Vereadores pedem construção de uma nova escola em Holambra

Unidade deve ser construída no Imigrantes

Da redação

Os vereadores Eduardo da Silva, o Pernambuco (PSD) e Mauro Sérgio de Oliveira, o Serjão (SD), reafirmaram na última segunda-feira (5) a necessidade da construção de uma escola no Bairro Imigrantes, em Holambra. O projeto tem como objetivo desafogar as unidades do centro da cidade. Os vereadores contam com o apoio do deputado federal Luiz Carlos Motta (PL), que é próximo da cidade de Holambra desde a Marcha dos Vereadores em Brasília, em abril deste ano.

Para atestar essa necessidade, estiveram no Departamento de Educação a supervisora do ensino infantil, Michelle, e a supervisora do ensino fundamental, Priscila, para conversar sobre as aulas do período integral com o diretor Alexandre Moreira.

De acordo com o relato de alguns pais, atualmente as crianças desenvolvem atividades paralelas no período da manhã e as aulas são dadas no período da tarde. Segundo o diretor, isso acontece pois a quantidade de salas de aula não é suficiente frente à demanda de alunos, e os prédios não suportam ampliações por serem antigos.

Além de tomarem conhecimento dos projetos desenvolvidos no departamento, os vereadores solicitaram estudos para que o ensino regular possa ser desenvolvido no período da manhã, e o integral, à tarde. O diretor atendeu com cordialidade os vereadores e acolheu a solicitação.

“Temos toda confiança na dedicação do Departamento de Educação para atender nossos alunos da melhor forma possível. Mas sabemos que apenas com a construção de uma nova escola no Imigrantes a situação será resolvida. Para isso, contamos com o auxílio e a parceria do deputado Motta”, afirmou Pernambuco. O vereador destacou que um assessor do deputado visitará em breve o local destinado à construção da escola.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.