19/05/2019

Vereadores de Holambra vão à polícia após sofrerem com boatos nas redes sociais

Cido Urso (PTB) e Jacinta Heijden (PSDB) sofreram injúrias nas redes sociais

Da redação 

Dois vereadores de Holambra registraram um Boletim de Ocorrência (B.O.) na última quinta-feira (17) por terem sofrido injúria nas redes sociais. Jacinta Heijden (PSDB) e Cido Urso (PTB) se sentiram ofendidos e acreditam que a motivação da ação foi política.

O boato combatido pelos parlamentares e que apareceu nas redes sociais afirma que Jacinta e Cido estariam tendo um caso amoroso. A informação circulou principalmente no WhatsApp e deixou os vereadores bastante irritados. “Acredito que o trabalho que eu e o Cido tem desenvolvido na Câmara Municipal tem incomodado muita gente, não posso afirmar de onde partiu isso, mas acredito que tenha sido por razões políticas”, assevera Jacinta.

A vereadora se diz inconformada com o que ela chama de ‘jogo sujo’. “As pessoas precisam entender que isso causa dano às pessoas envolvidas, eu tenho família e isso é algo muito grave”, exclama Jacinta.

Cido Urso também se posiciona contra a atitude. “Esses tipos de ataque nos deixam numa situação muito triste, a pessoa não está atacando somente o político, ela está provocando um mal estar e uma tristeza muito grande na família e dos amigos, esse é o lado mais triste de uma fake news como essa”, comenta.

Cido também acredita que a natureza dos ataques é de cunho político. “Depois que me lancei como pré-candidato a prefeito essas coisas começaram a acontecer, querem constranger toda a família e os amigos, fizemos esse boletim e esperamos que a Polícia Civil possa encontrar essa pessoa para que possamos tomar as medidas cabíveis contra esse indivíduo”, ressalta Cido.

O caso agora será investigado pela Polícia Civil de Holambra, que deverá tentar descobrir de onde saíram as mensagens contra os parlamentares.

Espalhar boatos é crime

O Artigo 138 do Código Penal, por exemplo, define que “caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime” pode levar a uma pena de “detenção, de seis meses a dois anos”, além de multa, e que na “mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga”.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.