30/03/2019

Unidade de Cartório Eleitoral em Holambra é aprovada pelo TRE

Previsão é que cerca de 9 mil holambrenses sejam atendidos entre os meses de abril e dezembro desse ano

Da redação

Agora é certeza, os moradores de Holambra não precisarão mais se deslocar até Mogi Mirim (SP) para regularizar pendências ou cadastramentos junto a Justiça Eleitoral. Isso porque a Prefeitura de Holambra informou que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) autorizou, na última terça-feira (26), a requisição de servidor municipal para fins de instalação de um posto descentralizado de atendimento do Cartório Eleitoral na cidade.

O pedido é resultado de tratativas iniciadas em julho do ano passado entre prefeitura e a Justiça Eleitoral para realização do recadastramento biométrico no município. A previsão é que cerca de 9 mil holambrenses sejam atendidos entre os meses de abril e dezembro desse ano.

A prefeitura informou também que o treinamento dos servidores que farão o recadastramento biométrico de moradores terá início já na segunda-feira, 1º de abril. O serviço será oferecido no Centro de Cultura e Eventos, ao lado do Moinho Povos Unidos, a partir de agendamento prévio. A data de início dos trabalhos ainda não foi estabelecida.

“Estive no Cartório Eleitoral há pouco mais de uma semana para acertar os últimos detalhes dessa importante parceria. Com a autorização do TRE, três servidores serão treinados em Mogi Mirim para que possamos iniciar com a maior brevidade possível o atendimento do eleitorado em Holambra. Essa é uma importante conquista que irá garantir mais comodidade, conforto e agilidade à população que precisará fazer o recadastramento biométrico obrigatório” – Fernando Fiori de Godoy, prefeito de Holambra.

Cadastramento Biométrico é obrigatório em Holambra

O cadastramento biométrico já é obrigatório em Holambra. O eleitor que ainda não se cadastrou deve ir ao cartório eleitoral de Mogi Mirim com os documentos necessários e realizar o procedimento, que é simples e rápido.

O prazo termina em 19 de dezembro, mas a Justiça Eleitoral recomenda que o eleitor não deixe para a última hora, pois assim ele evita filas e outros transtornos. Quem não fizer a biometria terá o título cancelado, o que implica uma série de restrições na vida civil, tais como: obter carteira de identidade e passaporte, tomar posse em concurso público, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial e receber salário de emprego público.

O município conta com 35.113 eleitores, dos quais 28.866 eleitores (82,27%) não fizeram a biometria até o momento. Importância da biometria O objetivo da biometria é tornar ainda mais segura a identificação do eleitor na hora de votar. O procedimento confirma a sua identidade, prevenindo tentativas de fraude, já que as digitais de cada indivíduo são únicas.

Quem não quiser esperar a unidade do cartório começar a funcionar em Holambra, pode se deslocar até Mogi Mirim. O eleitor pode agendar dia e horário do atendimento no site do TRE-SP, ou nos telefones do cartório (19) (3862.0193 e 3862.7073).

Documentos necessários

É necessário levar documento oficial de identificação, comprovante de residência emitido nos últimos três meses em nome do eleitor e título eleitoral, se tiver. Homens, com idade entre 18 e 45 anos, que estiverem tirando o título pela primeira vez, também precisam apresentar o certificado de alistamento militar ou reservista.

Aonde ir

O atendimento é realizado no cartório eleitoral de Mogi Mirim, na rua Treze de Maio, 430/A – e 442, Centro – Mogi Mirim, de segunda a sexta-feira, das 08h às 18h.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.