19/09/2019

São Nicolau e Pedros Negros passam a ser patrimônio imaterial de Holambra

Tradição é holandesa e já gerou polêmica entre moradores

Da redação

A tradição de São Nicolau e Pedros Negros agora é patrimônio cultural imaterial de Holambra. Com isso, todas as características que deram origem à essa manifestação da cultura holandesa serão preservadas. Isso aconteceu porque a Câmara Municipal de Holambra aprovou por unanimidade, na segunda-feira (16), um projeto de Lei declarando o patrimônio. A tradição já trouxe polêmica no passado, depois que uma jornalista publicou um artigo criticando o costume por, segundo ela, trazer traços racistas.

A Polêmica

A maioria das definições da palavra preconceito é ‘juízo pré-concebido’, ou seja, um pensamento formado antecipadamente, sem lógica ou fundamento crítico que o justifique. O preconceituoso é, no fundo, um ignorante no que diz respeito a um determinado assunto.

A reflexão sobre preconceito, sobretudo o racismo, é algo que veio a tona na tradição de São Nicolau e Pedros Negros, após um artigo publicado pela jornalista. A parte do costume criticado, se trata quando pessoas se pintam de preto e se transformam nos Pedros Negros. No artigo, o tema é abordado como racista. Sim, existe certa base para a argumentação, já que o blackface, ato de pintar um branco para interpretar um personagem negro, é visto como racismo.

A defesa

Na época, Gabriela Wagemaker, integrante da Losango, organização que faz a festa de São Nicolau em Holambra, saiu em defesa da tradição. “Eu conheço a tradição desde pequena, sou filha de holandês, meu pai e minha mãe me contavam que os Pedros eram negros por causa da fuligem das chaminés. A gente aprende a tradição porque eles entravam em nossas casas por causa das chaminés”, exclama Gabriela. Essa é a explicação, os Pedros ficam negros por causa da fuligem. Se a fuligem fosse rosa, ficariam rosa.

Com tantos comentários e opiniões sobre o assunto além de sugestões de mudança da cor dos Pedros Negros para outra cor, o projeto de Lei foi proposto pela vereadora Naiara Hendrikx (MDB) com o objetivo de garantir que as futuras gerações “tenham acesso à tradição, a fim de manter a cultura e tradição holandesa, trazida pelos imigrantes desde a sua chegada ao Brasil, viva em nosso meio”, disse a vereadora. Ou seja, os Pedros Negros não trocaram a cor por acusações de racismo e preconceito.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.