06/04/2016

Princesa D’Oeste estuda criar linha de ônibus para moradores do Imigrantes em Holambra

Atualmente quem reside no bairro e deseja embarcar em um coletivo intermunicipal precisa caminhar até a SP107

Um abaixo-assinado com cerca de 530 assinaturas solicitando que os coletivos intermunicipais adentrem ao bairro Imigrantes foi entregue na última terça-feira (5) ao diretor da empresa, Ari Palomo del Alamo, e também encaminhado à Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) – responsável pelo planejamento, gerenciamento, fiscalização e controle dos sistemas de transporte coletivo nas regiões metropolitanas do estado de São Paulo.

Na ocasião da entrega, o prefeito Fernando Fiori de Godoy e os vereadores Aparecido Lopes (Cido Urso) e Mauro Sérgio (Serjão) se reuniram com representantes da Princesa d’Oeste na sede da empresa, em Campinas, para discutir propostas que facilitem o acesso dos moradores do bairro Imigrantes e imediações às linhas intermunicipais. Atualmente quem reside no bairro e deseja embarcar em um coletivo intermunicipal precisa caminhar até a SP107, onde trafegam os ônibus que ligam a cidade de Artur Nogueira a Campinas e Mogi Mirim.

1 - DSC_1263

Segundo Ari del Alamo, a linha Artur Nogueira-Holambra é a mais extensa do sistema e não suportaria acréscimo em seu trajeto. Já a linha que se destina a Mogi Mirim não teria demanda suficiente. A proposta da empresa, que segundo o diretor está em fase avançada de estudos e depende apenas de autorização da EMTU para começar a operar em caráter experimental, é a implantação de uma nova linha.

O trajeto teria início em Artur Nogueira, em seguida percorreria ruas do bairro Imigrantes, rua Campo das Palmas (onde estão localizados condomínios como Palm Park, Nova Holanda e Villa de Holanda), centro de Holambra e Parque Residencial Groot, terminando no novo Veiling e retornando a Artur Nogueira. A linha operaria duas vezes por dia, nos horários convencionais de entrada e saída dos trabalhadores.

3 - DSC_1272


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.