28/03/2019

Nova ciclovia deve ficar pronta até o fim de 2019 em Holambra

Investimento é feito pelo Ministério do Cidades e do Turismo

Michael Harteman

A Avenida Mario Bonano está em obras para receber uma ciclovia. Os trabalhos começaram em fevereiro e, segundo a prefeitura, tudo deve ficar pronto até o fim de 2019. O investimento é feito pelo Ministério do Cidades e Ministério das Turismo e totaliza R$ 510.500,70.

A primeira etapa da obra conta com o investimento do Ministério das Cidades e que foi intermediado pelo deputado federal Paulinho da Força (SD-SP), no valor de R$ 222.437,31. Já a segunda etapa será realizada através de uma verba do Ministério das Cidades, intermediada pelo deputado federal Paulo Freire (PR-SP) no valor de R$ 288.063,39.

O trecho contará com 1.050 metros de ciclovia, permitindo melhor mobilidade para os ciclistas que passam pelo local. A previsão da Prefeitura é que tudo esteja pronto até o final de 2019.

O prefeito, Fernando Fiori de Godoy (PTB), explica que essa é uma obra importante para o transporte da cidade. “As ciclovias são essenciais para ampliar a segurança no trânsito, incentivar meios alternativos de transporte e assegurar melhores condições de tráfego para ciclistas. A Avenida Mario Bonano é uma importante via de acesso à região central e a bairros da zona rural”, comenta o chefe do Poder Executivo.

Dr Fernando (PTB) ainda ressalta que a instalação desse equipamento público será integrada a obras similares na Rota dos Imigrantes e na Alameda Maurício de Nassau, bem como à entrada do bairro Imigrantes. “Isso vai permitir instalação desse equipamento público será integrada a obras similares na Rota dos Imigrantes e na Alameda Maurício de Nassau, bem como à entrada do bairro Imigrantes”, complementa.

A primeira etapa das obras deve ser concluída ainda no primeiro semestre de 2019. Já a segunda etapa deve ocorrer até o final do ano.

…………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.