12/03/2019

“Não deixei dívidas e vou provar isso”, exclama Margareti Groot

Ex-prefeita foi condenada pela ordenação de despesas ao final de seu mandato

Michael Harteman

Margareti Groot, ex-prefeita de Holambra, foi condenada pela justiça há dois anos de reclusão em regime aberto. A decisão foi assinada pelo juiz Fernando Leonardi Campanella, da Vara de Artur Nogueira (SP). Segundo o magistrado, a pena se dá pela ordenação de despesas ao final de seu mandato, em 2012, que estavam acima da capacidade financeira do município.

O Portal Holambrense procurou a ex-prefeita e fez algumas perguntas. Confira:

Margareti, o que você tem a dizer sobre a sentença? Com todo o respeito à sentença, houve elementos que não foram observados pelo Juiz de Artur Nogueira. Não foi provado que foi deixado dívidas, inclusive foi juntado um laudo técnico que atesta que não havia dívidas em Holambra, laudo este que em nenhum momento foi contestado pelo Ministério Público e nem pela Prefeitura de Holambra.

Mas não existem provas sobre essas dívidas? Foi solicitado apresentação de provas documentais dessa alegada dívida e a Prefeitura sequer apresentou um único recibo, de modo que, apresentou meramente relatórios gerenciais do sistema, não comprovando assim dívida alguma. Inclusive foi solicitado perícia contábil ao juiz e o mesmo indeferiu.

Qual será sua posição a partir de agora? Vou entrar com recurso e esperar para que a justiça reforme essa sentença de acusação, já que não deixei dívidas e vou provar isso.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.