31/03/2016

Inscrições para oficinas gratuitas de cultura e esporte abrem neste sábado em Holambra

Vagas são destinadas para estudantes de escolas públicas.

A ONG Seja abre neste sábado (2) as inscrições para as oficinas de capoeira, fotografia, jiu-jitsu, teatro e artes plásticas de 2016. As vagas são destinadas para adolescentes e jovens de 15 a 22 anos regularmente matriculados na rede pública de ensino e são gratuitas. Interessados podem procurar o grupo das 10 às 14 horas na escola Ibrantina Cardona, no centro de Holambra. É necessário a presença de pais ou responsáveis.

Todas as atividades acontecem aos finais de semana em parceria com a Escola da Família no espaço da escola Cardona.

No domingo (3) um workshop de apresentação do curso se fotografia será ministrado no mesmo espaço para interessados. O curso é profissionalizante e tem duração de seis meses.

Segundo o presidente da ONG, Fabiano Soares, não há limite de inscrições, pois o objetivo da entidade é levar atividades extracurriculares aos adolescentes nos horários ociosos. “Hoje a escola fica a aberta aos finais de semana mas não há atividades organizadas”, justifica. “Queremos levar oficinas para ajudar os jovens unindo isso às escolares, oferecendo reforços e incentivo.”

Bate papo sobre Bullying - Escola Almerinda Rodrigues de Mogi Guaçu

A ONG Seja existe em Holambra há dois anos, antes trabalhava em outras cidades do interior de São Paulo com projetos educacionais.

Além das oficinas, o grupo realiza palestras nas salas de aula atingindo uma média de 500 alunos por escola visitada e trabalha com quatro projetos.

O primeiro deles é o Seja Cultural que compreende as oficias ofertadas aos estudantes das escolas públicas.

O segundo é o Papo Cabeça, um programa de palestras com diferentes temas que acontecem todos os meses nas escolas públicas da região. Entre os temas abordados estão sexualidade precoce, drogas e perspectiva do jovem para o futuro com o olhar voltado para uma mediação entre aluno-escola e escola-aluno.

A outra frente de ação do Seja é o Mulher Viva, também no formato de programa de palestras, ela aborda a conscientização sobre a violência doméstica e inclui acompanhamento das vítimas – mulheres e crianças. O programa também presta auxílio aos agressores para que possam mudar os hábitos.

O 4º programa é o Hope Uganda, uma missão do projeto voltada para a cidade de Lira, norte de Uganda, onde são ajudadas 31 crianças órfãs.  Lá o Seja pretende construir uma escola e um orfanato para auxílio das crianças.

Para Soares esse tipo de atividade beneficia a sociedade, além de dar suporte para classes marginalizadas.

Interessados em ajudar no projeto como voluntários podem procurar o grupo pelo telefone (19) 98340-9516.

SEJA


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.