09/10/2019

Implantação de zona azul em Holambra pode ser votada na Câmara

Executivo apresentou o projeto de Lei com objetivo de “disciplinar o uso compartilhado das vias públicas pelos seus usuários”

Da redação

Durante a sessão da Câmara Municipal desta segunda-feira (7), um projeto de Lei que visa a implantação de Zona Azul em Holambra foi apresentado pelo Poder Executivo. O documento foi lido, mas ainda não foi votado.

Segundo o documento apresentado, o projeto visa “instituir, manter e operar a exploração do sistema de estacionamento rotativo em vias e logradouros públicos do município, denominado Zona Azul Digital”. De acordo com a justificativa, a ação tem por objetivo “disciplinar o uso compartilhado das vias públicas pelos seus usuários”.

A vereadora Jacinta Heijden (PSDB) leu o projeto na íntegra durante o tempo pessoal e fez alguns apontamentos. Segundo ela, algumas partes precisam de atenção. “O parágrafo que me intriga é onde diz que o uso das vagas de idoso e pessoa com deficiência não isenta o usuário do pagamento da tarifa referente a zona azul digital”, comentou.

“Talvez seja uma forma de ordenar nosso trânsito, mas existem alguns detalhes que valem a pena serem reestudados e reanalisados. É importante tomar conhecimento para que em conjunto possamos achar a melhor solução para o município”, afirma a vereadora.

O projeto já divide opiniões na Cidade das Flores. Maria Clara Esteves mora em Holambra e discorda da implantação. “Seria mais um assalto para nós moradores que já pagamos pra tudo nessa cidade. Só falta cobrarem o oxigênio. Fica cada vez mais difícil de morar aqui. Não concordo com isso e com certeza vou ficar de olho em quem votar a favor, pois vai mexer com nosso bolso novamente”, opinou.

Já para o morador Marcos Aparecido, o sistema de Zona Azul irá trazer mais conforto para os motoristas. “Quantas vezes não vou no centro e tenho que parar o carro muito longe, pois está lotado. Pessoas que trabalham acabam estacionando e o carro fica lá o dia inteiro ocupando vaga de consumidor. Esse sistema vai inibir isso e organizar melhor a cidade”, afirma Marcos.

Outro ponto que causou discussão foi que, de acordo com a propositura, os valores serão determinados através de decreto do Executivo. Ou seja, se o projeto for aprovado, caberá somente ao executivo decidir valores e demais detalhes sobre a implantação da Zona Azul Digital.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense

 


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.