06/12/2019

“Esse é um processo antigo, não há nenhuma novidade”, exclama Celso Capato

Capato foi prefeito de Holambra em três oportunidades

Da redação

O Portal Holambrense conversou com o ex-prefeito de Holambra, Celso Capato, para falar sobre a notícia de que o Tribunal de Justiça de Justiça de São Paulo o teria condenado em um processo referente à prefeitura de Holambra. Ao falar sobre isso, Capato foi enfático: “Isso é um processo antigo, não há nenhuma novidade, nós recorremos pro STJ, tá lá e não há nenhuma decisão definitiva”, exclama o ex-prefeito.

Segundo os advogados de Capato, a última decisão do processo aconteceu em 28 de março de 2018. “Essa foi a última decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, e agora nós temos um recurso no Supremo”, conta Capatto.

O Processo

O processo fala sobre mercadorias compradas pelo Poder Executivo na gestão Capato. “As compras foram feitas pelo Departamento de Compras através de regular  licitação na modalidade Tomada de preços .As mercadorias foram solicitadas pelo Departamento de nutrição recebidas pelo almoxarifado que as conferiram e atestaram o recebimento,  foram adquiridas a preço de mercado e devidamente consumidas pelos alunos matriculados das escolas do  Município em nem um momento se falou no processo que houve algum superfaturamento ou que não  foram consumidas”, comenta.

Capato não acredita que houve má fé por parte do departamento de compras. “Foi um erro, foi desconhecimento ou falta de experiência, ele comprou um valor que extrapolou o valor que estava no contrato, isso é a única coisa que tem de irregular, o que deveria ter sido feito era um aditivo para justificar a compra, extrapolar o valor está previsto em irregularidade de extração, por isso o juiz condenou”, elucida Capato.

“Toda documentação notas fiscais requisições atestando o recebimento pelo almoxarifado estão no processo”, encerra Capato.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.