06/11/2019

Especialista em comunicação política dá dicas de como identificar fake news

As fake news são atualmente uma grande e perigosa ameaça à legitimidade dos processos eleitorais.

Segundo o jornalista Edinho Baffi, especialista em Comunicação Política e autor do livro “Comunicar com estratégia faz a diferença”, as falsas notícias espalham mentiras com o objetivo claro de tentar induzir o eleitor ao erro e, consequentemente, fazê-lo acreditar em informações sem nenhuma credibilidade.

“As fake news têm propósito e direção. Elas são cuidadosamente planejadas e construídas para induzir o eleitor a erros de interpretação. Elas têm o único objetivo de manipular a verdade para que o seu alvo faça as escolhas erradas, especialmente durante as campanhas eleitorais”, explicou.

A viralização de fake news tem sido uma prática muito presente nas campanhas eleitorais no Brasil e no mundo. Casos emblemáticos em que a proliferação das falsas notícias em escalas gigantescas ganharam protagonismo foram as últimas eleições presidenciais nos EUA e também no Brasil. Inclusive, nesses dois países, a ação planejada de propagação das falsas notícias nas redes sociais viraram alvo investigações judiciais com a finalidade de identificar seus autores e também seus maiores beneficiários políticos durante o processo eleitoral.

Para o jornalista Edinho Baffi, especialista em Comunicação Política, é possível identificar quando uma notícia que está circulando na internet, em diferentes plataformas digitais, é falsa, apesar de todas as suas características estéticas, inclusive, muito parecidas com conteúdos jornalísticos verdadeiros.

“Ao encontrar uma notícia que desperta dúvida quanto à sua credibilidade é fundamental que o leitor busque fontes mais seguras e confiáveis para checar a procedência e a origem daquelas informações. Antes de compartilhar uma notícia duvidosa há muitas possibilidades de confirmação de sua autenticidade. Sempre é válido verificar se aquela informação também foi divulgada nos veículos de comunicação mais tradicionais, mais conhecidos. Dificilmente uma notícia verdadeira não terá sido publicada nos meios de comunicação já consolidados no mercado”, destacou.

Edinho Baffi chama a atenção também para as duras consequências judiciais para quem produz ou compartilha as fake news.

“Produzir ou espalhar falsas notícias é crime e infelizmente produz muitas vítimas todos os dias. Cada vez mais as autoridades competentes estão se especializando em identificar os autores e os multiplicadores das fake news para puni-los no rigor da lei”, afirmou.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.