27/06/2019

Campanha contra Aedes Aegypti começa segunda em Holambra

Trabalho fornece informações que ajudam a aumentar a eficácia das ações permanentes de combate ao mosquito

A equipe da Vigilância em Saúde de Holambra vai realizar a partir da próxima segunda-feira, dia 1º de julho, a Avaliação de Densidade Larvária (ADL) do Aedes Aegypti, que transmite doenças como a Dengue, Zika e Chikungunya. O trabalho fornece informações que ajudam a aumentar a eficácia das ações permanentes de combate ao mosquito.

Durante cerca de 15 dias os agentes vão percorrer a cidade com o objetivo de verificar possíveis criadouros do Aedes. “Nem todas as casas são visitadas nesta atividade. Realizamos um mapeamento e a equipe irá trabalhar com alguns domicílios em cada região”, disse Lúcia Costella, coordenadora da Vigilância em Saúde de Holambra. De acordo com ela, o  trabalho é realizado quatro vezes por ano nos municípios por determinação da Superintendência de Controle de Endemias, a SUCEN, órgão da Secretaria de Estado da Saúde. Ela ressalta que a cooperação da população é fundamental, permitindo a entrada dos servidores nas casas. Em caso de dúvida, ela orienta entrar em contato com a Vigilância.

Durante todo o ano, de acordo com o diretor municipal de Saúde, Valmir Marcelo Iglecias, são realizadas no município ações preventivas e de  conscientização, como visitas nas residências para monitoramento e retirada de possíveis criadouros; além de atividades em unidades escolares; mutirão e entrega de material informativo. Ele destaca, porém, que o trabalho deve ser conjunto entre comunidade e administração. “É preciso que cada um faça a sua parte. É importante evitar o acúmulo de água parada em recipientes, incluindo caixas d’água, que devem ser tampadas, e piscinas, que precisam ser limpas regularmente”, falou. “ Manter a calha de água sempre limpa e colocar areia até a borda nos vasos de planta são ações fundamentais para evitar criadouros.”

No site da prefeitura – holambra.sp.gov.br – está disponível para impressão um panfleto com lista de ações que devem ser realizadas semanalmente. Além disso os holambrenses podem contribuir denunciando possíveis criadouros por meio da Ouvidoria ou do aplicativo Sem Dengue, disponível para telefones nas plataformas Android e iOS. O telefone da Vigilância em Saúde é o (19) 3802-2744. Holambra registrou este ano 36 casos de dengue.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.