05/06/2018

Arrivabene Contabilidade patrocina workshop sobre eSocial em Campinas

Evento reuniu mais de 200 pessoas e contou com palestrantes renomados no assunto

Informe publicitário

A Associação dos Profissionais de Departamento Pessoal (APDP) realizou na manhã do dia 23 de maio o 4° Workshop APDP. O evento foi realizado no Sindicato dos Contabilistas de Campinas e abordou os impactos do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial).

Com a intenção de tornar mais simples a entrega das obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais, foi criado o Sistema de Escrituração Digital (SPED) através do projeto eSocial, para manter os profissionais atualizados, capacitados e mais valorizados dentro das organizações. O tema do evento foi  “eSocial e seus impactos! A importância do profissional atualizado”. 

O evento contou com o apoio da Arrivabene Contabilidade, e reuniu palestrantes com amplo know-how sobre o assunto, que orientaram os profissionais da área que atuam no Brasil. Entre eles estava Hamilton Marin, Hélio Donin Junior, José Alberto Maia, Marcelo Bispo e Vito Palo Neto.

O Workshop abordou temas como: Departamento Pessoal, eSocial e seus impactos, gestão de pessoas, liderança na área de RH entre outros. Durante a programação, a Arrivabene Contabilidade sorteou brindes para os mais de 220 participantes do evento, da área de Departamento Pessoal, Recursos Humanos e Contabilistas.

eSocial

O Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial), por meio de uma plataforma digital, possibilita com que os empregadores passem a comunicar ao Governo, de forma unificada, as informações relativas aos empregados, ou seja, um sistema público de escrituração digital. Grandes corporações já começaram a utilizar o projeto desde janeiro. Se os empreendedores não se adequarem à medida podem estar sujeitos a multas.

O sistema do eSocial tem por finalidade simplificar a prestação das informações referentes às obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas, de forma a reduzir a burocracia para as empresas, substituindo o preenchimento e a entrega de formulários e declarações separados a cada órgão público. O projeto deve trazer mais garantia aos diretos previdenciários e trabalhistas, eliminará a redundância nas informações prestadas pelas pessoas físicas e jurídicas, e aprimorará a qualidade das informações enviadas ao fisco e aos órgãos de controle.

 


ÚLTIMAS NOTÍCIAS


Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.