15/05/2018

Vereadores opinam sobre investigação da Polícia Federal em Holambra

Pronunciamentos foram feitos na última sessão

Da redação 

Após a Polícia Federal (PF) cumprir cinco mandados de busca e apreensão em Holambra na última quarta-feira (9), referentes a Operação Prato Feito, moradores do município acompanham com afinco os desdobramentos do caso na Cidade das Flores.

Na última sessão, realizada nesta segunda-feira (14), o plenário encheu e alguns vereadores aproveitaram o momento de tribuna livre. O Legislativo se posicionou a respeito da operação da PF, a qual recolheu documentos referentes a licitações de merenda escolar, uniformes, material escolar e material de limpeza no município.


Polícia Federal investiga suspeita de fraude na merenda escolar de Holambra

PF cumpre 5 mandados de busca e apreensão em Holambra

Prefeito Fernando Fiori (PTB) comenta sobre Operação Prato Feito 


Confira os principais pontos abordados na fala dos vereadores:

Cido Urso (PTB): “A cidade, desde quarta-feira, está de luto. A população sentiu o impacto desta investigação. É bastante claro que, nesta Câmara, temos dois grupos. Um que defende a prefeitura, e outro que defende a população. Os moradores já perceberam isso. Quem coloca o vereador, o prefeito e o vice, é a população. Os vereadores que não trabalham em prol da população vão sentir o peso dessa escolha nas urnas daqui alguns anos. Quantas vezes falei para o prefeito: “está faltando merenda”. Tem professor falando para mim que estão servindo suco, salsicha. Isso tudo já é um indício. No último ano, tivemos um requerimento rejeitado, que visava investigar a merenda. Mesmo o prefeito dizendo que não está sendo investigado, há indícios de que está havendo desvio na merenda de Holambra. Isso nunca havia acontecido aqui. Os vereadores precisam falar nesta tribuna o que realmente está acontecendo”.

Edison da Farmácia (PV):É triste o que nós passamos na quarta-feira. Sou a favor da verdade, e quero que a verdade prevaleça. Quem for culpado, deve pagar. Quero esclarecer que sou favorável às ações da Polícia Federal. O brasileiro não aguenta mais a corrupção, e nós, holambrenses, não somos diferentes. Confio nos resultados que serão encontrados pela PF. Somente depois das investigações teremos como opinar sobre os lados. Mas ninguém deve tirar nada do povo. Quem tirou, deve ir para a cadeia”.

Pernambuco (PSD):Hoje é até fácil estar aqui. Nós cansamos de avisar. Eu já estive dos dois lados aqui, tanto da situação como da oposição. Cada um deve defender o seu lado. Um funcionário da prefeitura disse uma vez que nós de oposição só fazemos picuinha. Agora, ninguém mais vai poder dizer isso, já que a Polícia Federal bateu lá na casa do prefeito. Já faz seis anos que o prefeito está aí e é a mesma coisa. Agora ele não quer ficar conhecido como quem roubou da merenda. E o que ele quer? Tem é que ter vergonha na cara. Se eu fosse ele, pedia desculpas agora. Ele vai ser preso, não tem como escapar. É uma quadrilha”.

Jacinta Heijden (PSDB):Lamentavelmente venho comentar os últimos acontecimentos que atingiram nossa amada Holambra. Nossa cidade ficou estampada em capas de noticiários policiais. O julgamento ainda não foi feito, mas há fortes suspeitas. Torço para que todas estas suspeitas não sejam comprovadas e que não tenha acontecido nada. Porém, se estes crimes tiverem sido cometidos, é porque muita gente foi envolvida. O que me conforta é que o prefeito colocou-se à disposição para ser investigado. Neste momento, fico aguardando um parecer do departamento jurídico da Câmara, para saber como iremos participar deste processo”.

Lucas Simioni (PP):Eu sempre digo que a Operação Lava-Jato foi um divisor de águas no Brasil. Pessoas que se achavam acima da lei, estão agora atrás das grades. A Operação Prato Feito mostra uma situação que nos causa repúdio e indignação. Tenho certeza que estes cidadãos envolvidos no escândalo, se escaparem da justiça dos homens, não vão escapar da justiça de Deus. A informação que eu tive da Prefeitura é de que, em Holambra, não está sendo investigada a merenda, e sim outras coisas como uniformes, material escolar e de limpeza. Sou a favor da justiça, da investigação e da verdade dos fatos. Se houver irregularidades, que os culpados sejam julgados, sejam eles empresários, lobistas ou agentes políticos”.

Mário Luz Sitta (PSDB):Não tem como não falarmos do nosso sentimento nesse momento. A Prefeitura passa por investigações e, neste momento, sou favorável a esta investigação. Até porque, o próprio Executivo está sendo favorável. Não vou culpar antes do julgamento final, então vou procurar auxiliar no que for possível, mas quero deixar claro que não é a merenda que está sendo investigada. Não vou negar que sou da base da Prefeitura, e não irei virar as costas ao prefeito”.

Serjão (SD): “Fico feliz em ver os vereadores apoiarem as investigações. Mas, quero deixar claro que esta investigação vai ocorrer queiramos ou não, afinal, está nas mãos da Polícia Federal. Quando fizemos o requerimento para investigar, há muito tempo, este requerimento foi negado. Disseram que tinha motivações políticas, assim como tudo o que fazíamos. Tudo era picuinha, diziam. Nós da oposição fomos muito criticados. Hoje, é muito triste ver a que ponto o problema chegou. Eu fui em uma determinada escola e uma professora me disse que sentia cheiro de carne estragada na merenda. Vocês também devem se lembrar de quando nos impediram de entrar em uma escola, mesmo estando amparados pela Lei Orgânica do município. Se a gente não tomar providência sobre isso agora, vai ficar muito pior. Bandido precisa ser punido”.

Naiara Hendrikx (MDB):Para quem não sabe, sou servidora há 23 anos no município. Porém, por 12 anos fiquei fora da merenda. Retornei no segundo semestre do ano passado. Quero deixar claro que existe a Naiara servidora e a Naiara presidente desta Câmara, além da Naiara vereadora e legitimamente eleita pelo povo. Quero esclarecer que, como  nutricionista responsável pelos cardápios da merenda, estou sempre dando treinamento, acompanhando e cobrando o Executivo. Me reuni com o Conselho da Alimentação, pedindo para que se acompanhe mais de perto as empresas responsáveis. Não cabe a minha função ter acesso a contratos da Prefeitura e eu estou lá para cumprir ordens. Saliento que sou a favor da apuração rigorosa dos fatos e da punição rigorosa dos envolvidos.

Jesus da Farmácia-PSD:A ação da Polícia Federal gerou desconfiança na população, gerando suspeita de fraudes em licitações. Temos que ser cautelosos para não basear nossas opiniões no que achamos, e sim esperar o julgamento feito pelos responsáveis. Caso a irregularidade seja apontada, os culpados devem ser punidos e presos”.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.