21/11/2017

Vereadora propõe Educação Sexual como matéria no Ensino Fundamental de Holambra

Indicação foi feita pela legisladora Jacinta Heijden (PSDB)

Da redação 

A sessão do último dia 13 da Câmara Municipal de Holambra contou com duas indicações ao Poder Executivo. Entre elas, a indicação nº 216/2017, de autoria da vereadora Jacinta Heijden (PSDB). A legisladora, por meio do documento, indicou a inclusão da matéria de Educação Sexual no Ensino Fundamental II, período que compreende as turmas do 6º ao 9º ano das escolas públicas do município.

Segundo o documento, a proposta se justifica alegando que a matéria, se implementada, trará aos alunos uma “melhor compreensão sobre a sociedade em que vivem, para que assim possam tomar decisões de uma maneira mais bem informada e ficarem mais seguros para falar sobre como viver sua sexualidade”.

Alunos do 6º ao 9º ano das escolas públicas do município fazem parte do público alvo da indicação

Ainda na indicação, a vereadora Jacinta (PSDB) – que está em seu terceiro mandato – explica que a educação sexual diz respeito à relação do jovem com ele mesmo, algo que, segundo ela, é muito importante durante a puberdade, quando cada dúvida faz ele se desconcentrar do que está se ensinando, servindo também para obter conhecimento sobre as doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

“Uma garota na dúvida se está ou não grávida ou se vai menstruar, um garoto pensando em detalhes sobre a primeira relação sexual. É fundamental para o jovem entender o que é dar ou receber um consentimento sexual, saber perceber quando algo ou alguém passou dos limites e ter informações sobre a quem recorrer quando isso acontece”, finaliza o documento.

Jacinta (PSDB) está em seu terceiro mandato no Poder Legislativo

Alguns moradores de Holambra se mostraram favoráveis à indicação feita pela legisladora. “É necessário, já que cada vez mais vemos adolescentes grávidas, que aprendem essas coisas da forma errada. Também têm doenças sexualmente transmissíveis, temos sim que alertá-los”, opina Andressa Araújo.

Priscila Daiane também concorda com Andressa e acha válida a Educação Sexual nas escolas, porém reconhece que o papel fundamental, neste caso, pertence à família dos adolescentes. “Se os pais não conversam com os filhos, não adianta nada. A escola tem que falar, mas se esse assunto começar em casa, com certeza ajuda muito mais”, declara.

Posicionamento 

Em resposta ao Portal Holambrense, a vereadora Jacinta Heijden (PSDB) explicou o objetivo da indicação citando um vídeo que teria ‘viralizado’ pela internet em Holambra. “A cena era de um casal de jovens que aparentava estar fazendo sexo, em plena luz do dia, na Praça Vitória Régia”, cita.

“Além disso, somos conhecedores de que o sexo ainda é tratado como tabu em muitas famílias, de que muitas doenças são transmitidas através do sexo, sem os devidos cuidados. “Assim sendo, julgo importantíssimo um aprofundamento sobre o tema, de que o corpo docente das Escolas seja devidamente preparado e que os estudantes recebam as orientações devidas e necessárias sobre a questão”, finaliza a legisladora.

A proposta passará por votações antes de ser aprovada ou rejeitada pela Casa de Leis de Holambra.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.