02/09/2017

População de Holambra supera os 14 mil habitantes

Número de moradores da cidade cresceu 2,29% desde o ano passado

Da redação

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta semana a estimativa de população nos 5.570 municípios da federação. Segundo o levantamento, Holambra atingiu a marca de 14.012 habitantes até o dia 1º de julho de 2017. Em 2016, o mesmo levantamento apontou uma população de 13.698 pessoas, ou seja, houve crescimento de 2,29% no número de moradores da cidade.

Os municípios vizinhos também apresentaram aumento na população. Engenheiro Coelho (SP) cresceu 2,30% e possui 19.497 habitantes. Artur Nogueira (SP) registra 51.986 moradores – 1,68% a mais que no ano passado. Cosmópolis (SP) está com 69.086 moradores, aumento de 1,66% em relação a 2016. Campinas (SP), a maior cidade da região, teve aumento de 0,77% na população e alcançou a marca de 1.182.429 moradores.

São Paulo (SP), segundo o levantamento, continua sendo o município mais populoso do país, com 12,1 milhões de habitantes. Em seguida, vem o Rio de Janeiro (RJ), com 6,5 milhões de habitantes. Brasília (DF) e Salvador (BA) possuem cerca de 3 milhões de habitantes cada.

O IBGE aponta também que 17 municípios brasileiros têm população superior a um milhão de pessoas, somando 45,5 milhões de habitantes ou 21,9% da população do Brasil. Serra da Saudade (MG) é o município brasileiro de menor população, com 812 habitantes. Ele é seguido de Borá (SP), com 839 habitantes, e Araguainha (MT), com 931 habitantes.

O instituto estima que o Brasil tenha 207,7 milhões de habitantes e uma taxa de crescimento populacional de 0,77% entre 2016 e 2017, um pouco menor do que a taxa 2015/2016, que foi de 0,80%.

No ranking dos estados, os três mais populosos estão na região Sudeste, enquanto os cinco menos populosos estão na região Norte. O líder é São Paulo, com 45,1 milhões de habitantes, concentrando 21,7% da população do país. Roraima é o estado menos populoso, com 522,6 mil habitantes (0,3% da população total).

As estimativas populacionais municipais são um dos parâmetros utilizados pelo Tribunal de Contas da União (TCU) no cálculo do Fundo de Participação de Estados e Municípios e são referência para vários indicadores sociais, econômicos e demográficos. Esta divulgação anual obedece ao artigo 102 da Lei nº 8.443/1992 e à Lei complementar nº 143/2013.

As populações dos municípios foram estimadas por um procedimento matemático e são o resultado da distribuição das populações dos estados, projetadas por métodos demográficos, entre suas diversas cidades. O método baseia-se na projeção da população estadual e na tendência de crescimento dos municípios, delineada pelas populações captadas nos dois últimos Censos Demográficos (2000 e 2010). As estimativas municipais também incorporam alterações de limites territoriais ocorridas após 2010.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.