22/04/2018

Organizador da Gincana de Charretes fala sobre tradição do evento em Holambra

Gabriel Peeters explica a importância do evento no município

Da redação
Quem mora na região de Holambra certamente já as viu rodando pelas alamedas do município. Mas é neste domingo (22) que o município será tomado por estes meios de transporte que remetem muito mais história do que aparentam. A Gincana de Charretes, que chega a sua 45ª edição, evoca a tradição que tanto se faz presente em cada canto do município.
Para Conversar um pouco sobre o mais tradicional evento existente na ‘Cidade das Flores’, o Portal Holambrense conversou com o organizador da gincana, Gabriel Peeters. Durante a conversa, o jovem explica a sua relação com as charretes e conta um pouco do porque resolveu se envolver no evento que já é mais antigo do que o próprio município. Confira:
Qual foi o seu primeiro envolvimento com as charretes? Como qualquer pessoa de Holambra, o envolvimento com a Gincana de Charretes já acontece desde de pequeno. Por ser um evento voltado para todas as idades, pais e filhos, como foi o meu caso, podem participar tranquilamente do evento.

Como é estar à frente de um evento tão tradicional em Holambra? É sempre um desafio participar da organização de qualquer evento. Por ser um evento que não visa nenhum lucro, e realizado por voluntários, é muito gratificante poder fazê-lo acontecer e ver a participação das pessoas da cidade.

Qual o segredo do sucesso da Gincana de Charretes? Não há segredo. Como todo ano, algum grupo deve tomar a frente da organização. Comumente quem finaliza em primeiro lugar num ano, é incumbido de realizar o evento no ano seguinte. Mas claro que algumas coisas podem ajudar e facilitar a organização. Iniciar os trabalhos com um bom tempo antes do evento, estar junto de pessoas dispostas à ajudar, receber o apoio financeiro de empresas e produtores da cidade e ter muita alegria e força de vontade!

Que novidades os competidores deste ano podem esperar? Este ano teremos um grande churrasco de confraternização como novidade. Acontece que todo ano é comum os participantes fazerem um churrasco ao final da gincana. Mas são eles mesmos que levam as churrasqueiras e preparam tudo. Este ano todos que participarem da gincana já poderão participar do churrasco de confraternização depois. Ocorrerá logo após a chegada das charretes. Teremos porco à paraguaia, costela no fogo de chão e muito mais.

Qual a importância de um evento como este em nossa região? Este é um evento exclusivo da nossa cidade, e já acontece há muito tempo. Estamos na 45ª edição. Devemos manter esta tradição em nossa cidade e claro, é um evento para descontrair. Um passeio à cavalo ao ar livre, com vários jogos no trajeto, repleto de diversão, cercado por amigos, e finalizando com um grande churrasco.

De onde vem a inspiração para os jogos que ocorrem durante a gincana? Temos mais de 50 pessoas que fazem parte da organização dos jogos. Cada pequeno grupo fica incumbido de organizar um deles. À partir daí, é só deixar a imaginação trabalhar. Desde atividades de raciocínio, agilidade, resistência, pontaria, até sujeira no barro. Se preparem!

Qual a importância da tradição da gincana para as futuras gerações de Holambra? As charretes fazem parte da história de Holambra. Um meio de transporte muito utilizado por nossos pais e avós em outros tempos. Aliás, era o único meio de transporte para muitos no início desta cidade. Tradicionalmente, muitas famílias mantém o hábito de andar com estas carroças e charretes, e as mantém em suas famílias até hoje. Devemos manter esta tradição viva nos moradores de Holambra. Para preservar a história e esse espírito de união e alegria que este dia proporciona. É uma experiência única, e quem participa, com certeza quer voltar no ano seguinte.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.