12/04/2018

NAOTT recebe doações do projeto ‘Musica Solidária na Rua’ em Holambra

Valor virá de apresentações feitas no Boulevard Holandês

O Núcleo de Atenção e Orientação Terapêutica ao Trabalho (NAOTT) ganhou um novo parceiro. A partir do próximo fim de semana o idealizador do projeto “Música Solidária na Rua”, Sílvio Macedo, vai passar a doar para a entidade todo o valor que arrecadar com apresentações feitas no Boulevard Holandês.

Sílvio é paulistano, professor de tênis e mora em Holambra há 15 anos. Desde 2015 canta e toca músicas nacionais e internacionais dos anos 60 e 70 com renda revertida a instituições de caridade. “Sempre quis fazer algo para ajudar. Achei que era algo legal unir o que gosto de fazer e ajudar alguém”, explicou. “Toco violão e canto por hobby, ainda estou aprendendo”.

A primeira entidade auxiliada por ele foi a Assistência aos Idosos Desamparados de Artur Nogueira (Aidan) e, em seguida, o Hospital Sobrapar, de Campinas. Esse ano ele sentiu a necessidade de ajudar uma instituição da cidade. “Eu já conhecia o NAOTT. Acho legal o trabalho desenvolvido lá, as aulas de artes”, destaca.

O Núcleo é mantido pela Prefeitura, mas conta com a ajuda de diversas pessoas e empresários. “O NAOTT desenvolve um trabalho muito bonito, que é motivo de orgulho pra toda a cidade. Saber que ele é reconhecido pela população e que pode contar com a ajuda e a boa vontade dos moradores e empresários daqui é maravilhoso”, disse a primeira-dama Diva de Souza Godoy, presidente do Fundo Social. “Essa atitude vem para contribuir com as ações desenvolvidas pelos profissionais do Núcleo”, complementa a diretora da pasta de Promoção Social, Viviane Furgeri.

O professor arrecada em média cerca de R$ 100 por dia. Ele costuma se apresentar aos sábados no período da tarde e, eventualmente, aos domingos pela manhã, dependendo da agenda de trabalho. A próxima apresentação está prevista para acontecer neste sábado, 14 de abril, entre 16h e 18h30 na Rua Dória Vasconcelos, conhecida como Boulevard Holandês.

NAOTT
O Núcleo de Atenção e Orientação Terapêutica ao Trabalho de Holambra foi inaugurado há quase 20 anos e assiste atualmente 30 jovens e adultos holambrenses portadores de deficiência física ou mental. No espaço os participantes do projeto têm a oportunidade de atuar profissionalmente – e serem remunerados por isso –  com encaixe de embalagens de violetas para produtores da região. Uma espécie de treinamento para o mercado de trabalho. Além disso, passam por atendimento psicológico, odontológico, fazem terapia ocupacional, praticam esporte e têm aula de artes gratuitamente. O telefone do Núcleo para informações é o (19) 3802-4349.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.