07/10/2017

Holambra recebe classificação C em Mapa do Turismo Brasileiro

Mapa é desenvolvido pelo Ministério do Turismo

Da redação

O Ministério do Turismo divulgou a atualização do Mapa do Turismo Nacional. Assim, as 3.285 cidades que englobam o grupo são categorizadas em cinco classificações possíveis. Holambra ficou “na média” e recebeu classificação ‘C’.

Segundo o Governo Federal, a intenção de manter o mapa atualizado é demostrar o quão relevante é a participação destes municípios no fluxo de turistas pelo país.

A região Sudeste foi a que registrou maior número de representantes. São 1.138 cidades distribuídas em 121 regiões turísticas. Logo depois, vem a região Sul, com 905 municípios pertencentes a 53 regiões. Nordeste (758 cidades de 84 regiões turísticas), Norte (259 cidades de 34 regiões) e Centro-Oeste (225 cidades de 36 regiões) completam o quadro.

No estado de São Paulo, o número de municípios que integram o Mapa de Turismo Nacional saltou de 222 para 432 destinos, ou seja, obteve um crescimento de quase 95%. Na Região Metropolitana de Campinas (RMC), 18 das 20 cidades que compõe a região se encontram no mapa. As notas dos municípios da RMC variam entre ‘A’ e ‘D’, ou seja, nenhum apresentou a classificação mais baixa (‘E’).

Holambra, que passou a integrar a região das ‘Águas e Flores Paulista’, recebeu no Ministério do Turismo a classificação ‘C’. Ou seja, o potencial turístico no município ainda tem campo a ser explorado, mesmo que a cidade já apresente um desempenho significativo no turismo da região.

Ao todo, 23% (740) das cidades brasileiras inclusas no Mapa, pertencem às categorias ‘A’, ‘B’ ou ‘C’. Esses municípios concentram 93% do fluxo de turistas doméstico e 100% do fluxo internacional. Os demais 2.545 municípios figuram nas categorias ‘D’ e ‘E’. Esses destinos não possuem fluxo turístico nacional e internacional expressivo, no entanto, alguns possuem papel importante no fluxo turístico regional e precisam de apoio para a geração e formalização de empregos e estabelecimentos de hospedagem.

O Tribunal de Contas da União e o Senado Federal reconhecem o Mapa do Turismo Brasileiro como um instrumento de gestão para orientar no desenvolvimento de políticas públicas regionalizadas e descentralizadas. A atualização bianual do documento se torna, portanto, fundamental para que esse instrumento seja eficaz e respeite o princípio de eficiência da Administração Pública.

Posição da Prefeitura

A Portal Holambrense enviou algumas perguntas ao poder executivo para obter esclarecimentos sobre o assunto. Acompanhe, na íntegra, as respostas da prefeitura:

Como a Prefeitura enxerga a classificação dada a Holambra pelo Ministério do Turismo? A presença de Holambra no Mapa do Turismo Nacional é muito importante e reforça o potencial do município para essa atividade. A classificação é adequada, sobretudo por se tratar de uma avaliação feita com base em dados de hospedagem – setor em que a cidade tem amplo potencial para crescer. A administração do prefeito Dr. Fernando trabalhou e segue trabalhando intensamente para atrair novos investimentos à área hoteleira, com duas bandeiras tradicionais e de renome em processo de instalação na cidade. É importante notar, por exemplo, que a estimativa média de turistas por ano para cidades de classificação C, que é de cerca de 60 mil, está muito distante da realidade de Holambra, que recebe aproximadamente 1 milhão de visitantes nesse período – mais de 300 mil somente em setembro, durante a Expoflora.

O cenário atual do Turismo de Holambra pode ser considerado positivo? Sim, o momento é muito positivo. A cidade voltou a ser nos últimos anos, durante a gestão do prefeito Dr. Fernando, um dos destinos turísticos mais concorridos do Estado de São Paulo, com grande projeção em todo o país. No final do ano passado, um levantamento feito pelo site de reservas Booking.com e publicado pela revista Época Negócios apontou Holambra como um dos cinco destinos turísticos brasileiros em alta para 2017. Em setembro, Holambra voltou a ser destaque no setor – dessa vez em publicação agência de viagens Expedia. O expressivo aumento da atividade turística nesse período se faz perceber nas ruas aos finais de semana, com alta ocupação em hotéis, filas nas portas de restaurantes e grande movimentação em espaços públicos e atrativos. O trabalho voltado ao fortalecimento do turismo tem sido permanente nessa gestão, que compreende sua importância, e os resultados estão sendo alcançados.

Em que frentes a Prefeitura vem trabalhando para manter ou melhorar a situação do turismo em Holambra? Por ser uma estância turística, Holambra desenvolve projetos e recebe investimentos específicos para obras que permitem à cidade melhorar e ampliar sua infraestrutura de atendimento aos visitantes. Ao longo dos últimos anos, na administração do prefeito Dr. Fernando, foram muitas as ações feitas nesse sentido, com destaque à construção do Boulevard Holandês e do Deck do Amor e à remodelação da Alameda Maurício de Nassau. A revitalização dos espaços públicos, o convênio firmado com a Associação Povos Unidos para ativação do Moinho, a retomada de eventos importantes do Calendário Oficial e a ampla divulgação da vocação turística da cidade também foram decisivos para os avanços registrados no setor nesse período. O turismo, é importante lembrar, é uma atividade econômica em pleno crescimento e com grande potencial para a geração de emprego e renda.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.