06/02/2018

Declarações polêmicas marcam sessão da Câmara de Holambra

Plenária foi marcada pela inauguração do novo prédio e muitas indicações

Da redação

Os legisladores de Holambra inauguraram, na noite desta segunda-feira (5), sua mais nova casa. Porém, mais interessante do que o amplo e moderno espaço que passou a abrigar a Câmara Municipal, foram as diversas indicações e Projetos de Lei (PLs) apresentados na plenária. Logo antes do início da sessão, por volta das 19 horas, foi oficialmente inaugurado o novo prédio, através de uma placa. Em seguida, foi dada a largada para mais uma sessão ordinária.

Além das usuais denominações dispostas sobre diversas ruas e locais do município, alguns projetos realmente se aproximam da realidade da população, como a instituição do projeto “Artista de Holambra”. O Projeto de Lei, aprovado pelo prefeito Fernando Fiori (PTB), dá ao Executivo o poder de investir em manifestações culturais e artísticas de artistas locais que se apresentarem em eventos realizados pela Prefeitura.

O vereador Cido Urso (PTB), inclusive, sugeriu que o benefício seja estendido aos atletas do município. “Já vemos isso em outras cidades e aqui, em Holambra, temos diversos esportistas que levam o nome do município pela região”, apontou.

Além disso, chama atenção o PL nº 005/2018, de autoria do próprio prefeito que, a exemplo de outras cidades da região, altera a nomenclatura da atual Guarda Civil Municipal (GCM), que passará a se chamar Polícia Municipal.

Requerimentos

Além destas e outras indicações e PLs, outra pauta que a muito interessa o cidadão holambrense foi posta em cena, desta vez, através de um requerimento feito pelo vereador Cido Urso (PTB): o programa Minha Casa Minha Vida. O legislador indagou ao Executivo algumas informações referentes a implementação do programa habitacional do município.

No momento da tribuna livre, o mesmo, juntamente com Pernambuco (PSD), foi incisivo ao cobrar do Executivo um posicionamento sobre as construções de casas populares. “Isso é promessa de campanha. Minha mãe me ensinou que quando damos nossa palavra, temos que cumprir. Isso, acredito eu, todos aqui deveriam saber”, reiterou o parlamentar.

Aliás, não faltaram farpas no momento de tribuna livre na primeira sessão do ano. Serjão (SD), Pernambuco (PSD) e Cido Urso (PTB) deixaram bem claro que farão uma oposição declarada à administração de Fernando Fiori (PTB), enquanto que Sitta da Fanfarra (PSDB) e Lucas Simioni (PP) trataram de elogiar os números positivos que pesam a favor do prefeito, como a geração de empregos formais, citada pelos vereadores.

“A esposa do prefeito recebe dinheiro ilegalmente há cinco anos e não conseguimos levar o requerimento adiante devido à postura de alguns vereadores”, afirmou Pernambuco (PSD). “Os próprios munícipes estão reconhecendo a competência da gestão Fernando”, rebateu Sitta.

A próxima sessão da Câmara de Holambra acontece do dia 19, e toda a população é convidada para assistir à reunião. A nova sede da Casa de Leis está localizada na na rua Campo de Pouso, 659.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.