23/01/2018

Competição de Jiu-jitsu reúne 500 atletas na UniFAJ

Alunos da instituição participaram da organização e também competiram

Informe Publicitário

O ginásio poliesportivo do campus 2 da UniFAJ (Centro Universitário de Jaguariúna) recebeu, neste domingo (21 de janeiro) o 1º Open Jiu-jitsu Jaguariúna. O campeonato, promovido através de parceira entre o Alliance Jiu-jitsu Jaguariúna e a UniFAJ, com apoio da Prefeitura de Jaguariúna (SP), teve 500 atletas inscritos, divididos em várias categorias com idades entre 5 e 60 anos.

As lutas, que tiveram início a partir das 9h e se encerraram por volta das 19h, foram acompanhadas por árbitros da Confederação Brasileira de Jiu-jitsu, além de equipe de apoio, totalizando aproximadamente 50 profissionais, e ainda pais, amigos, professores e familiares que lotaram as arquibancadas. Ao final de cada categoria, os competidores foram agraciados com medalhas.

“O intuito é unir esporte, educação e cidadania em um evento só, levando as pessoas para dentro da universidade para participar, competir, torcer e conhecer um pouco da universidade da nossa cidade (UniFAJ)”, afirmou um dos organizadores, o professor de jiu-jitsu e judô da Alliance, Arlindo Baião Júnior.

“Montamos uma estrutura realmente de campeonato oficial. E esperamos trazer mais competições, não só de jiu-jitsu, para que a universidade não seja só um espaço acadêmico, mas sim traga a sociedade para cá”, defende Arlindo Júnior, que também se graduou em educação física na UniFAJ.

Alunos da instituição participaram da organização e também competiram. “Essa acaba sendo uma oportunidade de formação e aprimoramento profissional para os nossos alunos. E para a UniFAJ é muito relevante ter mais um campo de atuação, de extensão das atividades universitárias”, comentou a coordenador do curso de educação física da UniFAJ, professor Taiguara Bertelli.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.