09/01/2018

Campanha da Fraternidade em Holambra trará discussão sobre violência

Instituição ressalta que iniciativa deve envolver todas as comunidades cristãs católicas e ecumênicas do país

Da redação 

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) definiu, no ano passado, o tema da Campanha da Fraternidade 2018. A campanha, que é realizada anualmente em todo o território nacional, trará debates a respeito da violência. O assunto debatido entre a Igreja Católica brasileira e a comunidade simpatizante da causa será “Fraternidade e Superação da Violência”, tendo como lema o texto escrito em Mateus 23:8, “…todos vós sois irmãos”.

De acordo com a organização do programa, a “Campanha da Fraternidade tem como principal objetivo despertar a solidariedade de todos os seus fiéis e também da sociedade brasileira, em um problema que envolve todos nós, buscando assim uma solução para resolver esses determinados problemas”, explica.

A instituição ressalta que a iniciativa envolve todas as comunidades cristãs católicas e ecumênicas do país. No Brasil, a Campanha da Fraternidade é realizada há mais de 50 anos, e o lançamento oficial ocorre sempre na “Quarta-feira de Cinzas”, quando tem início o período de Quaresma.

A comunidade católica holambrense, como todos os anos, irá aderir à campanha. De acordo com a secretaria paroquial do município, a campanha é quem traça os temas a serem debatidos durante o ano em campanhas e ações da igreja. “Ela define a maioria das ações fora da igreja em si, por isso, é importante à paróquia aderir ao programa”.

Além dos debates sobre o tema anual realizados através da produção de diversos artifícios – cartazes, hinos, desenhos, texto-base, vídeos, textos destinados para cada pastoral -, a Campanha da Fraternidade realiza uma arrecadação de donativos destinada a projetos sociais.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.