04/09/2017

Alunos da Faagroh fazem balanço das primeiras semanas de aula em Holambra

Estudantes traçam metas para o futuro no Agronegócio

Da redação

Pouco mais de uma semana depois do início das aulas, estudantes da primeira unidade de ensino superior de Holambra comemoram o início de um novo desafio, se encantam com as aulas práticas e fazem planos para o futuro. A Faculdade de Agronegócios de Holambra (Faagroh), ligada ao Centro Universitário de Jaguariúna (Unifaj), iniciou suas atividades no dia 14 de agosto.

Antônio Sebastião Secolin mora em Itapira (SP) e todos os dias percorre 45 km que ligam sua casa à faculdade, que fica na vicinal de acesso ao bairro Fundão. Aos 56 anos, ele decidiu encarar pela primeira vez, o Ensino Superior. O técnico de automação é o aluno mais velho dos 48 matriculados no curso de Agronegócios com ênfase em Horticultura da ‘Faculdade das Flores’, como é carinhosamente chamada a Faagroh.

“Estou gostando muito. É diferente voltar a estudar nessa idade. O bom é que na classe não tem só garotada, não”, conta. “Está tudo interessante. As aulas são práticas e, apesar de mexer com plantas, tem muita coisa que eu não conhecia, é tudo muito interativo na estufa. Estou estudando o que sempre gostei de fazer”, confessa. Apaixonado por plantas, Secolin se interessou pelo assunto aos 18 anos. Hoje, cuida de bonsais, mantém uma pequena horta em casa e, sempre que pode, lê sobre o tema, mas nunca tinha imaginado estudar o assunto tão a fundo.

O que era curiosidade agora pode se transformar em profissão. “Nunca tinha pensado em fazer um curso desse tipo, mas, resolvi investir, pois não tem lugar melhor do que Holambra para abrir uma faculdade dessa”, explica. “Estou unindo o útil ao agradável: saber mais sobre a minha paixão e ainda ganhar dinheiro com isso. Quero abrir meu próprio negócio. Talvez algo que una a minha área, a automação, com plantas e flores”, almeja.

Assim como o colega de classe, o plano de Lucas Vido Cruz, de 19 anos, também é ser empresário. Mas o aluno mais novo da sala quer, antes, adquirir experiência. “Penso, no futuro, em abrir uma empresa de compra e venda de flores. Mas primeiro quero passar por uma empresa para saber como tudo funciona”, declara.

O jovem trabalha com assistência técnica de telefones celulares em Artur Nogueira e acredita que o mercado na área está muito saturado. Ele aposta no agronegócio para alavancar o seu futuro profissional e investiu no curso para se diferenciar no mercado de trabalho.

“Tem muito administrador e advogado por aí. Eu resolvi inovar. Todo mundo gosta de inovação, principalmente as empresas. É um mercado que cresce a cada dia”, conta o estudante. Ele conta que, além de se encantar com as aulas práticas, a diversidade de alunos – não só na idade – também é motivo de comemoração. “Na classe tem gente de diversas áreas, mas também muito empresário, produtor, gente com experiência no agronegócio. Isso é muito bom. A gente aprende não só com os professores, mas também com os alunos. Dá até para pensar em pedir estágio para o colega”, brinca.

As aulas da primeira turma da Faculdade de Agronegócios de Holambra começaram no dia 14 de agosto. A instalação da instituição é um sonho antigo do prefeito Fernando Fiori de Godoy (PTB). As primeiras conversas com a Unifaj, mantenedora da faculdade, tiveram início em 2008, há quase dez anos, quando o petebista concorria pela primeira vez à chefia do Executivo holambrense. “Holambra é reconhecida dentro e fora do país pelo seu potencial produtivo e por todo o conhecimento gerado e empregado no agronegócio. A Faculdade das Flores vem para abrir novas oportunidades aos moradores da região e para multiplicar o conhecimento e a tecnologia produzidos em nossa cidade”, diz o prefeito.

O local tem 3.000 m² de área construída e conta com reconhecimento do Ministério da Educação (MEC). A disciplina de Agronegócios com ênfase em Horticultura terá duração de dois anos e meio com carga horária de 2.800 horas. Cerca de 100 pessoas participaram do vestibular realizado no início de julho.

……………………………………..

Tem uma sugestão de reportagem? Clique aqui e envie para o Portal Holambrense.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Comentários

Não nos responsabilizamos pelos comentários feitos por nossos visitantes, sendo certo que as opiniões aqui prestadas não representam a opinião do Grupo Bússulo Comunicação Ltda.